Calatonia

134222418_massagem

CALATONIA

É uma técnica de relaxamento profundo que leva à regulação do tônus muscular, promovendo reequilíbrio físico e psíquico do paciente. A Calatonia também é uma forma de terapia que usa o corpo para liberar emoções, sentimentos, crenças e ativar todas as funções necessárias à vida.

Essa capacidade de auto-regulação é também conhecida como a “sabedoria do corpo”, que pode por si só, se lhe for permitido, expressar suas necessidades e se reorganizar na direção da homeostase (equilíbrio), dentro do ritmo e intensidade peculiar a cada indivíduo.

No original grego o verbo “khalaó” indica “relaxação” e também “alimentação”, assim como afastar-se do estado de ira, fúria, violência, abrir uma porta, deixar ir, retirar todos os véus dos olhos, perdoar aos pais, etc. O relaxamento em si leva o paciente a experimentar um outro modo de se relacionar consigo mesmo, e com o mundo ao redor, além de enfrentar tensões que estão pouco conscientes, fazendo com que alcance uma maior possibilidade de adaptação e maior segurança.

Origem do Método:

              A técnica foi criada por Pethó Sándor, um médico húngaro que radicou-se no Brasil desde 1949 (até seu falecimento em 1992) aqui desenvolvendo trabalhos clínicos, de pesquisa iniciados quando ainda vivia na Europa na época do pós-guerra.  Pethö Sándor (1916-1992) formou-se médico obstetra e ginecologista em 1943 pela Faculdade de Medicina de Budapeste. Durante a Segunda Guerra Mundial trabalhou no Hospital da Cruz Vermelha, onde teve a oportunidade de atuar em casos de amputação de feridos e congelados em campos de refugiados.

            Foi nessa situação que deu início ao desenvolvimento do método de relaxamento conhecido posteriormente como Calatonia, no intento de atender aos pacientes em fase pós-operatória, que sofriam de abalos nervosos, depressão, reações compulsivas e que relatavam a sensação de possuírem membros fantasmas. Mais tarde, a técnica foi aplicada em pessoas que se preparavam para emigrar no pós-guerra e em outros casos. Após o término da guerra, Sándor trabalhou na Alemanha por mais três anos, cuidando de pacientes com queixas psicológicas ou neuropsiquiátricas. Neste período já começava a sistematizar e fundamentar sua técnica – a primeira seqüência de toques sutis da Calatonia – com base nos conhecimentos da Psicologia e da Neurologia.

            Em 1949 emigrou para o Brasil, onde prosseguiu seu trabalho, atuando principalmente na área da Psicologia. Vivendo já em São Paulo, como terapeuta e professor, começou a aplicar e ensinar a Calatonia, que passou a ser conhecida por seus alunos, como um “método de relaxamento”. E, como tal, passou a ser utilizada no atendimento psicoterapêutico.

Descrição do Procedimento Básico:

              O método de Calatonia proposto por Sándor consiste em estímulos de toques leves nos dedos e nas solas dos pés, no calcanhar, na convergência tendinosa do tríceps sural na região posterior da perna, e na nuca. Estes toques sutis resultam em uma significativa descontração muscular.

 

Bloqueios e registros

              Há uma memória corporal que mantém certas experiências congeladas independente do tempo e do espaço. Muitas vezes, um toque ou um relaxamento é capaz de promover o degelo, de trazer à tona lembranças de situações passadas, que podem, então, ser expressas de várias formas– e possibilitar a integração do inconsciente e a conseqüente ampliação da consciência. Satisfazer as necessidades básicas do ser humano envolve, além dos cuidados físicos, outros menos concretos como dar conforto, estímulo, atenção e carinho.

              Muitas necessidades básicas não-atendidas, na infância principalmente, deixam memórias corporais, marcas e tensões que podem ter sérias conseqüências futuras. A sustentação da tensão muscular é desgastante para o organismo porque consome grande quantidade de energia. Como, infelizmente, a tensão física nem sempre é claramente percebida, os bloqueios ou nós, que se formam no corpo, dela resultantes, permanecem inconscientes. Essas tensões carregadas no corpo podem, através da Calatonia, ser libertadas de diferentes maneiras, algumas vezes catarticamente, ou por tremores, tosse, choro, além de outras manifestações.

Muitos problemas de saúde são causados devido ao excesso de tônus neurológico que se apresentam no corpo através da hipersensibilidade e tensão. Quando esta tensão é “aliviada”, sintomas como a própria tensão e dor, por exemplo, são resolvidos. Também os bloqueios emocionais, as raivas e os medos, configurados na história corporal, vão ser mobilizados pela delicadeza e profundidade dos toques, podendo aflorar recordações e imagens arquivadas no inconsciente. Ao mesmo tempo, que a liberação de entraves começa a ser trabalhada tanto no campo físico quanto no psíquico, desbloqueando afetos e emoções, o contato bipessoal, através do tocar, transmite calor humano que é básico para a sobrevivência, mobilizando a vontade de viver, trazendo ânimo e mais energia para o cliente.

A Calatonia tem como objetivo aliviar os bloqueios segmentares e estimular a circulação da energia. Estimulamos o cliente a ativar as funções naturais que de alguma forma ficaram limitadas em seu desenvolvimento. Estamos trabalhando com sua energia. O trabalho corporal proporciona uma maior expressão das emoções, diminui a rigidez física e mental e amplia a consciência corporal.

Ao estimular o corpo abrimos os registros e eles se tornam aparentes para o cliente e terapeuta. Eles passam a ser vistos pelo indivíduo maduro que existe dentro de cada um de nós, nossa Essência. Ela precisa ser conectada, estimulada e fortalecida. Através do relaxamento a Calatonia vai abrindo espaço através dos músculos, das estruturas nervosas que enrijecem os músculos, derrubando os bloqueios para encontrar nosso Espírito, no mais profundo de nós. Nesse sentido, agora não mais a criança egóica está no comando, mas sim nossa Essência, o indivíduo maduro, cheio de vitalidade, força e compreensão.

Temas abordados:

  • O que é terapia energética corporal
  • Energia: Onde ela está em nós, como se move e o que significa
  • Porque bloqueamos nossa energia
  • Corpo-Emoção-Mente-Consciência
  • Porque trabalhar no corpo
  • O descobridor da Calatonia
  • A pele e a sensibilidade tátil
  • A teoria energética de Reich
  • A vida humana
  • Os segmentos corporais e os bloqueios
  • Anatomia emocional
  • O que é agressão
  • Os padrões somáticos
  • Estresse-tensões-liberações
  • Cérebro e Sistema nervoso
  • Estímulos sensórios
  • Análise corporal

Parte prática:

  • Tipos de assepsia
  • Escalda-pés com sais aromáticos
  • Massagem relaxante nos pés e nas mãos
  • Indicações de óleos essenciais e óleos vegetais
  • A técnica: Toques sutis nos pés e nas mãos
  • Cuidados terapêuticos e contra-indicações

Fale conosco

(31) 98466-7421 / 3463-4032

E-mail: floraisfilhosdosol@gmail.com

Página

Compartilhar página

Todos os direitos reservados © 2018 – Instituto de Metafísica & Ciências Avançadas

Portal desenvolvido por ZKR Publicidade

Font Resize